10 Dicas – Preciosas – De Alimentação Pós Parto Para Você Emagrecer Depois de Se Tornar Mamãe

O seu bebê já chegou ou está para chegar? Parabéns! Que delícia é ser mãe! Mas agora você vai precisar de uma boa alimentação pós parto, para eliminar os quilinhos extras não é mesmo?

A boa notícia (além claro, de ter o seu filhote lindo) é que você pode sim voltar a boa forma depois de ser mãe.  A outra boa notícia é que não é difícil.

Vamos às dicas:

Mas lembre-se: essas dicas não substituem a opinião de seu médico e do seu nutricionista. 

alimentação pós parto

1 – Dê a luz!

Quando o seu bebê nasce, você já elimina entre 4,5 e 5,9 kg do seu peso corporal. Esse peso deve-se ao bebê, a placenta, a perda de sangue e do líquido amniótico.

  • Bebê: 2,7 a 3,6kg
  • Líquido amniótico e sangue: 1,1 a 1,6 kg
  • Placenta: cerca de 700 gramas

2 – Amamente

O ato de amamentar tem um prazer a mais. Além de cuidar da saúde do seu bebê e estreitar os laços de afeto com seu filhinho, essa prática também te ajuda a emagrecer.

A produção de leite é uma atividade tão intensa que exige cerca de 700 calorias por dia. Veja a comparação com algumas atividades físicas:

Capoeira    720
Jiu-jitsu    720
Corrida em areia fofa     740
Judô    720

Confira a lista completa:

Tabela de Gasto Calórico de 124 Atividades Físicas e Cotidianas: Escolha a Que Você Mais Gosta!

3 – Beber muita água vai te ajudar na alimentação pós parto!

Além de ser indispensável para a manutenção da vida, veja 4 dos muitos benefícios de se beber bastante água:

  • É fundamental para a produção do leite materno;
  • Vai ajudar a diminuir a sua fome; 
  • Vai ajudar a manter seu organismo, pele e cabelos hidratados e mais bonitos;
  • Ajudará contra a prisão de ventre.

Mamães que amamentam necessitam de mais água. Especialistas recomendam o consumo de 35 ml de água para cada quilo de peso corporal.

Ex:

65 kg   x   35 ml  =  (consumir) 2275 ml de água por dia. 

Confira este post sobre os benefícios da água:

Aproveite os Benefícios da Água, Ela Vai Te Ajudar a Emagrecer!

Dica extra:

Beba água com limão. Tome em jejum 250 ml de água morna com meio limão espremido. Isso vai ajudar a eliminar as toxinas e reduzir o seu apetite, além de diminuir a retenção de líquidos.

Confira mais dicas em:

5 Formas de Transformar a Sua Água em Um Super Detox

Para Você Emagrecer e Eliminar Barriga!


4 – Não faça regime

“Puxa, Marlene! Tô precisando de uma boa alimentação pós parto e você vem me aconselhar a não fazer regime?”

Calma, amiga! Vou explicar o porquê: lembra que na segunda dica eu disse o quanto de energia você gasta para produzir leite para o seu bebê? Pois é. Agora imagine fazer uma dieta restritiva tendo que amamentar! O resultado será anemia na certa. 

O corte abrupto de calorias (sem orientação médica) tende a estressar o seu corpo em um dos momentos em que você mais precisa de energia. 

O que fazer então?

Nesse período de pós parto, além de se alimentar de 3 em 3 horas, a sua alimentação deve ser rica em líquidos (água e sucos naturais sem açúcar ou adoçantes). Também será bom consumir grãos, frutas, legumes, verduras, frango, peixe e derivados do leite e evitar embutidos e industrializados ao máximo. 

Por sobrecarregar a digestão, é aconselhável diminuir a ingestão de carne vermelha. 

5 – Não passe fome

Coma de 3 em 3 horas. Ficar com fome não trará bons resultados para você nem para o seu filho. 

Não sabe o que comer? Então aí vai a dica:

Devo Comer nas Horas Certas, Mas…

O Que Comer Para Emagrecer Com Saúde?

6- Use açúcar de coco

Para voltar à boa forma com uma boa alimentação pós parto, é aconselhável cortar o açúcar, principalmente o branco. Adoçantes artificiais também não são saudáveis. O melhor mesmo seria consumir bebidas sem qualquer doce artificial. 

Mas se você não costuma ficar sem aquele gosto docinho na sua bebida, uma boa opção será o açúcar de coco. 

Além de ser 100% natural, o açúcar de coco é considerado como o adoçante mais saudável do mundo. Ele possui um índice glicêmico muito baixo, mas não deixa de ser calórico. 

7 – Abuse das ervas

O excesso de sal pode subir a sua pressão arterial, além de causar retenção de líquidos. Experimente diminuir o sal da sua comida e substituir por ervas.

Experimente salada de alface com hortelã e salada de repolho com manjericão. Fica divino!

8 – Descanse

Muitas mães reclamam que seus bebês não dormem (muitas vezes devido aos gases. No fim deste post vou te dar uma dica que foi tiro e queda para acabar com os gases da minha pequena para que ela – e eu kkkkk – dormirmos a noite toda!)

Você já vai gastar bastante energia para cuidar do seu pequeno, então agora é não descuidar de você, da sua alimentação e do seu descanso (mesmo que para isso algo tenha que deixar coisas por fazer, para você descansar enquanto seu filho dorme).

Lembre-se que na exaustão o corpo libera mais cortisol, hormônio que dificulta a perda de peso. O cansaço também gera stress e mau humor. 

9 – Retorne às suas atividade físicas aos poucos

Até os dois meses após o parto, a atividade física deve ser bem moderada, com caminhadas curtas, lentas de até 20 minutos por dia. Você pode aumentar o tempo e a intensidade aos poucos.

Converse com seu médico para orienta-la sobre quando começar atividades físicas mais intensas.

Depois consulte o artigo citado acima sobre a

Tabela de Gasto Calórico de 124 Atividades Físicas e Cotidianas:

Escolha a Que Você Mais Gosta!

10 –  Tenha paciência, mas também peça ajuda!

Muitas vezes você vai precisar de alguém que a ajude a cuidar do seu bebê para você poder se cuidar. 

Muitas mulheres não conseguem emagrecer depois do parto porque muitas vezes não conseguem tempo para se cuidar ou não sabem como fazer o seu bebê lhe dar tempo para isso.

Quando o seu bebê está dormindo, ou quando ele já está alimentado, limpinho e tranquilo, é um bom momento para você sair para cuidar de você: fazer uma caminhada, ir à manicure, ao cabeleireiro, etc. 

Peça ajuda ao seu companheiro, mãe ou irmã para ficar com seu filho enquanto você se cuida um pouco. 

Seguindo essas dicas, e com uma boa alimentação pós parto, a perda e peso vai acontecer!

alimentação pós parto

Dica extra (minha experiência de mãe): Como diminuir ou mesmo conseguir evitar os temidos gases no seu bebê. 

Quando estamos amamentando, tudo que comemos influencia no leite materno.

Na minha alimentação pós parto, eu me preocupei em consumir bastante água, frutas, alimentos saudáveis, etc. Mas também cortei alimentos fortes como alho e pimenta a conselho do meu marido que ficou sabendo que isso causa gases na criança.

Eu, como todo mineiro, amo uma comida bem temperada. Mas esse sacrifício valeu a pena, porque minha neném não teve gases durante o período de amamentação.

Descanso para ela e para mim! 🙂

Confira ainda esses outros alimentos que podem causar gases no seu bebê (é bom reduzir seu consumo):

  • Ovos;
  • Vegetais verdes: repolho, brócolis, couve de Bruxelas, repolho;
  • Leguminosas:  feijão, lentilha, ervilha, grão-de-bico;
  • Lactose;
  • Alimentos ricos em frutose: alcachofra, cebola, peras, trigo e refrigerantes;
  • Alimentos ricos em fibras solúveis: farelo de aveia e frutas;
  • Alimentos ricos em amido: batatas, milho e macarrão;
  • Sorbitol e xylitol (são adoçantes naturais);
  • Grãos integrais: farinha de trigo integral, arroz integral, farinha de aveia;

Alimentos ricos em gorduras e proteínas, como carnes e castanhas, produzem menos gases.

Veja também estas combinações de alimentos que devem ser evitadas na sua alimentação pós parto

  • Arroz integral + ovo + salada de brócolis; 
  • Feijão + repolho; 
  • Ovos + carne + batata doce.
  • Leite + fruta + adoçante à base de sorbitol ou xylitol;

Fazer isso e deu certo para mim. Mas se você tiver dúvidas, pergunte a um nutricionista. 

Beijos, amigas!

Você pode gostar...

Me Conte o Que Você Achou!